Fisioterapia na Miastenia Graves

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Fisioterapia na Miastenia Graves

Mensagem  Fabio Campos em Qua Maio 25, 2011 3:22 pm

A miastenia grave é uma alteração na transmissão neuromuscular. Caracteriza-se por fraqueza e fadiga anormal da musculatura estriada esquelética. Quando acomete o músculo diafragma, causa comprometimento respiratório que pode levar a uma insuficiência respiratória e essa ao uso de ventilação mecânica. A incidência é maior em mulheres na segunda década de vida. As formas da doença são muito variáveis, desde a ocular benigna até as agudas fulminantes.
Miastenia grave (MG) é uma doença da junção neuromuscular, na qual a membrana póssináptica mostra uma redução de pregueamento e da concentração de receptores de acetilcolina (ACh). Em geral, é uma doença imunológica adquirida, embora possa existir um componente genético. Os pacientes apresentam fraqueza muscular, anormalidades oculomotoras, ptose e diplopia; via de regra, a doença é progressiva.
No Brasil, acredita-se que a miastenia atinja em torno de 15 mil pessoas.
Os princípios que fundamentam a prescrição de exercícios terapêuticos nas doenças neuromusculares (DNM) incluem manutenção da força muscular (respeitando as limitações do processo da doença) e prevenção da atrofia.
O exercício traz efeitos fisiológicos, como aumento do número e densidade de mitocôndrias, aumento da massa muscular esquelética, do tamanho dos leitos capilares e melhora da degradação do lactato. Com isso, há melhora da resposta à fadiga, embora seja difícil para pacientes com MG completarem exercícios com muitas repetições.

Fabio Campos

Mensagens : 4
Data de inscrição : 27/04/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum